Atendimento On-line de psicólogos

Webcam, equipamento indispensável para atendimento on-line por psicólogos

O Conselho Federal de Psicologia (CFP), pela resolução nº 011/2012, estabelece normas técnicas para o atendimento on-line feito por psicólogos. A resolução pode ser conferida na íntegra aqui.

Considerando o Código de Ética dos psicólogos esta resolução regulamenta os serviços psicológicos realizados por meios tecnológicos de comunicação a distância.

Os serviços reconhecidos pelo CFP por meio de comunicação a distância devem ser pontuais, informativos e focados no tema proposto, por isso as Orientações Psicológicas não podem ultrapassar 20 encontros virtuais, sejam eles síncronos (por vídeo) ou assíncronos (por exemplo, e-mail).

Existem regras quanto ao site onde o serviço é oferecido. Entre outras, estão: Identificar o nome e número do registro no CRP do psicólogo que prestará o serviço; informar o número máximo de sessões (20) que esta resolução permite e manter links na página inicial para o Código de Ética Profissional dos psicólogos; a resolução 011/2012; o site do Conselho Regional de Psicologia e o site do Conselho Federal de Psicologia.

A equipe Psicologia Viva montou um site que atende todas as exigências do CFP, onde os psicólogos podem se cadastrar e alugar consultórios virtuais para fazer os atendimentos. Cada consultório virtual é um site a parte, com endereço próprio, exclusivo do psicólogo que o utiliza e que também atendem as normas da resolução 011/2012.

O atendimento por meios tecnológicos de comunicação a distância possibilita manter o vínculo entre psicólogos e pacientes que por motivos maiores precisarem interromper os encontros regulares no consultório, seja por dificuldades temporárias de locomoção ou viagem a negócios ou férias.

Em várias situações o atendimento on-line pode ser útil, como em entrevistas iniciais, por exemplo.

Tanto o Código de Ética quanto a resolução que regulamenta este tipo de atendimento exigem que o psicólogo fale sobre o sigilo das informações, sejam dados pessoais ou relatos do paciente em sessão. No caso dos atendimentos a distância é preciso também informar os recursos tecnológicos utilizados para isso, como firewall e anti-vírus.

O atendimento a distância não é uma nova profissão que surge com o avanço da tecnologia mas sim uma nova modalidade de atuação que acompanha a realidade atual mas, regulamentado por normas que visam garantir uma boa prestação de serviço.

minicurso2 (1)

Links:

Conselho Federal de Psicologia (CFP): http://site.cfp.org.br/

Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (CRP-SP): http://www.crpsp.org.br/portal/

Resolução 011/2012: http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/Resoluxo_CFP_nx_011-12.pdf

"Atendimento On-line de psicólogos", 5 out of 5 based on 1 ratings.
0
Fernando Parede

Fernando Parede

Sou psicólogo clínico experiente em Psicologia Clínica desde 2008. Atendo em consultório particular e, voluntariamente, no grupo supervisionado do I PqHC-FMUSP (Inst. de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina da USP) nas modalidades de psicoterapia individual e familiar.
Experiência em Orientação Vocacional e Psicoterapia Breve com especializações ao longo da carreira.
Sou pós-graduado em Psicoterapia Breve Psicodinâmica pelo IPPESP (Inst. Paulista de Psicologia, Estudos Sociais e Pesquisa) e fiz minha formação como psicólogo escolar pela USJT (Univers. São Judas Tadeu), com ênfase em Orientação Vocacional pelo CEAP (Centro de Estudos Avançados de Psicologia).
Minha abordagem terapêutica é psicodinâmica, que me permite avaliar o paciente de forma completa levando em consideração seus aspectos conscientes e inconscientes, com foco atual, avaliando as áreas afetivas, de relacionamento, de produção e trabalho, da saúde em geral, orgânica, sociocultural, entre outras.
Fernando Parede

Últimos posts por Fernando Parede (exibir todos)

Fernando Parede

Sou psicólogo clínico experiente em Psicologia Clínica desde 2008. Atendo em consultório particular e, voluntariamente, no grupo supervisionado do I PqHC-FMUSP (Inst. de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina da USP) nas modalidades de psicoterapia individual e familiar. Experiência em Orientação Vocacional e Psicoterapia Breve com especializações ao longo da carreira. Sou pós-graduado em Psicoterapia Breve Psicodinâmica pelo IPPESP (Inst. Paulista de Psicologia, Estudos Sociais e Pesquisa) e fiz minha formação como psicólogo escolar pela USJT (Univers. São Judas Tadeu), com ênfase em Orientação Vocacional pelo CEAP (Centro de Estudos Avançados de Psicologia). Minha abordagem terapêutica é psicodinâmica, que me permite avaliar o paciente de forma completa levando em consideração seus aspectos conscientes e inconscientes, com foco atual, avaliando as áreas afetivas, de relacionamento, de produção e trabalho, da saúde em geral, orgânica, sociocultural, entre outras.

Deixe uma resposta