Psicooncologia – cuidando do câncer da alma!

Faço parte da Associação ACREDITAR Porto Feliz que é um grupo de apoio a pessoas com câncer. Lá temos vários tipos de câncer e fornecemos auxílio material, espiritual e psicológico.

Como psicóloga, percebo que são poucos os pacientes que procuram a psicoterapia individual como auxílio nesse momento. Percebo que lá na Associação, o atendimento funciona como um Plantão Psicológico Individual, onde, assim que a pessoa recebe o diagnóstico, procura pelo psicólogo para tentar entender o que está acontecendo, o motivo pelo qual “tudo isso” está acontecendo e, muito mais, como uma forma de encontrar alguma palavra de consolo e de conforto diante de uma notícia tão assustadora.

Sabemos que hoje, com tantos tratamentos modernos, o câncer do corpo tem cura sim e, se o paciente fizer todos os tratamentos corretamente seguindo todas as orientações médicas, ele vai ter êxito e vai conseguir se livrar o quanto antes de todos os sofrimentos físicos que a doença traz.

Mas existem alguns “tipos” de câncer que o médico oncologista não tem acesso e as quimioterapias e radioterapias não vão dar conta de cuidar de tudo. Estamos falando agora do câncer da alma. Isso mesmo! Câncer da alma. É aqui que o Psicólogo entra na jogada.

Percebendo a dificuldade de demanda para psicoterapia individual, criei, junto com os voluntários da Associação ACREDITAR Porto Feliz, um grupo de apoio chamado “Encontrando Vidas”. Nesse grupo quinzenal, os pacientes têm espaço para falar, perguntar, reclamar, desabafar, questionar e muito mais para ouvir ao outro e refletir sobre a importância da qualidade de vida dos sentimentos e pensamentos, que é sobreposta até mesmo à importância de se ter um corpo perfeitamente saudável.

No “Encontrando Vidas”, refletimos sobre o câncer da alma, que são tantos, assim como o câncer do corpo que pode estar na garganta, nas mamas, no esôfago, no intestino, no cérebro, na pele, nos ossos… onde mais?

O câncer da alma, como gostamos de falar no “Encontrando Vidas”, pode estar na mágoa, no egocentrismo, na falta de paciência, na dependência emocional de pessoas, no carinho não dado, na emoção não demonstrada, no amor não vivido… onde mais?

Trabalhando o câncer da alma, vejo muitas pessoas mudando de vida e sendo felizes de verdade e até sendo outras pessoas sem deixar de ser elas mesmas. Vejo pessoas se importando mais umas com as outras, se cuidando mais fisicamente através de uma boa alimentação, por exemplo. Vejo pessoas com mais paciência, enxergando outros valores além do dinheiro e da aparência, procurando uma espiritualidade que lhe faça sentido e vivenciando-a, enfim… vejo que, o psicólogo na oncologia, vai trazer o melhor de cada pessoa para si mesma e, por consequência, o melhor vai ser mostrado ao outro.

Pacientes que cuidam bem das emoções e dos pensamentos, têm prognósticos melhores e, mesmo que cheguem à morte, chegarão tendo vivido com emoções e pensamentos mais saudáveis que lhes permitiram momentos de bem-estar psíquico, mesmo com o corpo em sofrimento.

Quando falamos em doenças em geral, é necessário sempre pensar no bem-estar das emoções porque, sem elas, o nosso corpo, mesmo que esteja saudável, não consegue ter uma vida feliz. Vamos pensar sobre isso?

Leia também nosso texto com 4 sinais de que você está entrando em depressão e fique atento aos sintomas.

"Psicooncologia - cuidando do câncer da alma!", 5 out of 5 based on 1 ratings.
Luciana de Oliveira Castro Ortiz Raveli

Luciana de Oliveira Castro Ortiz Raveli

Atuo clinicamente desde 2010 com formação em Avaliação Neuropsicológica para crianças e adolescentes até 16 anos. Graduada pela Universidade Metodista de Piracicaba e Pós-graduanda em Neuropsicologia pela UNIARA. Experiência de 4 anos com pacientes terminais e grupos de apoio a familiares e pessoas com câncer. Atuei no Ambulatório de Saúde Mental de Porto Feliz - SP como Psicóloga Infantil através de grupos e orientação a pais/responsáveis. Também fui membro do Programa de Planejamento Familiar deste município em 2015. Atualmente sou Psicóloga na APAE - Porto Feliz atendendo crianças, adultos e famílias portadores de necessidades especiais.
Luciana de Oliveira Castro Ortiz Raveli

Últimos posts por Luciana de Oliveira Castro Ortiz Raveli (exibir todos)

Luciana de Oliveira Castro Ortiz Raveli

Atuo clinicamente desde 2010 com formação em Avaliação Neuropsicológica para crianças e adolescentes até 16 anos. Graduada pela Universidade Metodista de Piracicaba e Pós-graduanda em Neuropsicologia pela UNIARA. Experiência de 4 anos com pacientes terminais e grupos de apoio a familiares e pessoas com câncer. Atuei no Ambulatório de Saúde Mental de Porto Feliz - SP como Psicóloga Infantil através de grupos e orientação a pais/responsáveis. Também fui membro do Programa de Planejamento Familiar deste município em 2015. Atualmente sou Psicóloga na APAE - Porto Feliz atendendo crianças, adultos e famílias portadores de necessidades especiais.

Deixe uma resposta