Conflitos Existenciais: como lidar com as emoções negativas?

Os conflitos existenciais sempre existiram desde que o ser humano passou a viver em grupos, tendo a insatisfação como principal fonte das dificuldades existenciais. E isso não mudou com a evolução humana, pelo contrário, estamos vivendo uma era de grande insegurança política, social, sexual, educacional, afetiva e de saúde. 

Quanto mais aumenta a população do planeta, mais medo, ansiedade e solidão acometem as pessoas. 

A internet e suas ramificações (redes sociais) promovem padrões equivocados, incertezas e perda da afetividade, contribuindo para que desenvolvamos relações frágeis e vazias.

A insatisfação move o indivíduo para a mudança, porém ela pode exercer um papel contrário, e ao invés de beneficiar uma situação, ela pode gerar conflitos

Os conflitos têm origem no íntimo do nosso ser, desencadeando reações diversas e cada pessoa tem uma capacidade diferente de lidar com suas respostas emocionais e comportamentais.

Tipos de insatisfação

conflitos existenciais

  • Autoimagem (feio, gordo ou magro demais, baixinho, deficiente, etc.)
  • Nível social (pobre, sem estudo, etc.)
  • Sexual (ético, moral, religioso, homossexualidade, vítimas de abuso e violência, etc.)
  • Estado civil (casado, divorciado, viúvo, solteiro.)
  • Situação profissional (empregado, desempregado, frustrado na carreira, etc.)

O uso indiscriminado de medicamentos e procedimentos estéticos na tentativa de mudar a autoimagem tem colocado em risco a sanidade física, mental e emocional das pessoas. 

Felicidade, carreira, beleza, sucesso, riqueza, realização pessoal e profissional, enfim, toda esta comparação promovida pelas redes sociais vem intensificando e complicando o quadro de insatisfação do ser humano.

Resposta emocional negativa

conflitos existenciais

  • Medo (doença, morte, fracasso, rejeição);
  • Sentimento de culpa;
  • Mágoa / ressentimento;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Insegurança;
  • Mau humor;
  • Ciúme;
  • Baixa autoestima;
  • Paranoia e angústia cada vez mais precoces;

Com a desculpa de serem preparadas para o futuro, as crianças de hoje se veem com excesso de tarefas diárias e cada vez menos oportunidades de brincadeiras saudáveis. 

Elas estão entrando em um quadro de angústia cada vez maior, tornando-se jovens insatisfeitos e desequilibrados, correndo o risco de se tornarem adultos inseguros e problemáticos.

Resposta Comportamental

  • Uso e abuso de drogas (lícitas e ilícitas);
  • Alcoolismo; 
  • Frigidez ou ninfomania;
  • Intolerância;
  • Agressividade (e autoagressividade);
  • Possessividade; 
  • Auto sabotagem (inconsciente).

Consequências 

  • Conflitos gerados nas relações familiares;
  • Conflitos no trabalho;
  • Conflitos sociais (religiosos, culturais, étnicos, de gênero, etc.);
  • Doenças físicas.

Toda fonte de prazer (álcool, sexo, drogas, sucesso profissional) sem equilíbrio resulta em desprazer, lesões, queda do humor, arrependimento, tristeza e sentimento de culpa. 

Ou seja, a busca pelas sensações imediatas estabelecem metas de triunfo onde o ter é mais importante que o ser. 

Isso acaba criando valores equivocados, que por sua vez geram novas insatisfações e novas respostas emocionais e comportamentais negativas. 

Todo este processo cria um círculo vicioso que acaba aumentando os conflitos já existentes ou, até mesmo, criando novos conflitos. 

Como lidar com as emoções negativas?

  • Invista no autoconhecimento. Procure um bom profissional. Conheça seus medos e suas limitações.  
  • Desconstrua conceitos e crenças impostos pela sociedade.
  • Entenda e acredite que mudar é algo necessário. O novo traz muitas possibilidades.
  • Crie estratégias de ação, são ótimas ferramenta para se libertar as amarras e trabalhar a coragem.
  • Substitua o sentimento de culpa e autopiedade pelo respeito a si mesmo, respeite suas limitações, mas se responsabilize pelos resultados de suas ações. Peça desculpas e encontre uma forma de consertar o erro.
  • Procure entender o lado do outro, isso se chama empatia.
  • Exercite o auto perdão, não somos perfeitos, ninguém o é!

 

RECONHECER QUE PRECISA DE AJUDA, E BUSCÁ-LA, É DE EXTREMA CORAGEM. PARABÉNS!

Para concluir

Só seremos capazes de lidar com as imperfeições alheias quando nos conscientizarmos que também somos imperfeitos, e isso chama-se humildade. Ainda mais quando o padrão de perfeição é tão questionável hoje em dia.

O autoconhecimento é o caminho mais seguro para que encontremos o endereço de nós mesmos, tanto para aceitarmos como somos, como também para mudarmos o que precisa ser mudado. 

Devemos colocar em prática o amor, o perdão, o respeito às diferenças. Se quisermos um mundo diferente precisamos nos disponibilizar para mudanças internas legítimas e, consequentemente, de comportamento. O mundo só vai melhorar se nos tornarmos melhores primeiro.

Cristiane Goncalves R Abreu

Psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano e seus processos mentais e emocionais. O processo psicoterápico lida com os desconfortos existenciais ajudando o paciente a compreender os problemas que o aflige, para que ele consiga vencer as barreiras e obstáculos que o impendem de evoluir e ter uma vida mais plena, feliz e produtiva. O meu trabalho é realizado de forma colaborativa em uma relação entre psicoterapeuta e paciente baseada na sinceridade,no diálogo, na discussão de idéias e sentimentos a fim de que o paciente encontre respostas para suas questões e se conheça melhor, trabalhando o respeito próprio, o amor próprio e encontrando o seu lugar no mundo. É necessário afirmar que todo o processo é sigiloso e pessoal. Atendo adultos e adolescentes, realizo avaliação psicológica, orientação profissional e Coaching pessoal e de carreira. É possível negociar valores e descontos, tudo é combinado.
Avatar

Últimos posts por Cristiane Goncalves R Abreu (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *