5 doenças psicológicas que mais afetam pessoas ao redor do mundo

Atualmente, é comum relacionar as doenças psicológicas ao estilo de vida, preocupações constantes com relacionamentosvida profissionalestresse e estímulos constantes que recebemos.

Ainda há muito preconceito com os diagnósticos e o assunto não é debatido abertamente, mas isso vem mudando.

É importante discutir essa questão e entendê-la melhor, pois essas doenças atingem mais pessoas do que você imagina.

Conhecendo os sintomas mais comuns de cada transtorno e suas causas, será mais fácil procurar um profissional que possa oferecer ajuda, caso necessário.

Confira as 5 doenças psicológicas mais comuns, que afetam milhões de pessoas no mundo e exigem muita atenção:

  • Transtorno de ansiedade
  • Depressão clínica
  • Anorexia nervosa
  • Transtorno Obsessivo Compulsivo
  • Transtorno Bipolar

Iremos falar sobre essas doenças abaixo, confira:

1. Transtorno de ansiedade

O transtorno de ansiedade é uma das psicopatologias mais frequentes, mas nem sempre é diagnosticada da maneira adequada. Isso ocorre porque sentimentos de angústia e agonia são comuns diante de situações de incerteza ou estresse.

No entanto, o transtorno em si ocorre quando essa situação gera um comprometimento funcional na vida do indivíduo.

Uma de suas manifestações é o transtorno ansioso social ou sociofobia, que é uma síndrome que se caracteriza por tensão e manifestações de desconforto desencadeadas pelo contato com outras pessoas ou participação em atividades sociais. A ajuda de um psicólogo é fundamental para aliviar o quadro.

2. Depressão clínica

A depressão clínica ou transtorno de depressão unipolar é outra das doenças psicológicas mais comuns.

Ela ocorre quando há um sentimento de tristeza profunda, persistente e desproporcional aos acontecimentos, por um grande período de tempo.

Os sintomas mais comuns são o sentimento de vazio, perda de autoestima e falta de esperança.

Geralmente, é uma patologia com fatores importantes da química cerebral, ocasionada pela redução de determinados neurotransmissores associados à sensação de bem-estar e confiança.

O tratamento envolve medicações especificas e deve ser complementado com o auxílio de um profissional.

3. Anorexia nervosa

A anorexia nervosa é outra doença psicológica, que se enquadra como um transtorno alimentar importante, na qual o indivíduo persegue incessantemente uma magreza exagerada.

Essa busca implacável envolve diversas estratégias, como dietas ou exercícios excessivos, e o medo de engordar continua mesmo que esteja consideravelmente abaixo do peso.

A incidência é muito maior em mulheres adolescentes e adultas jovens, especialmente pela influência midiática no padrão de beleza feminino.

Essa psicopatologia apresenta diversos riscos clínicos, podendo levar à morte por desnutrição, e é essencial procurar orientação psicológica o quanto antes.

4. Transtorno Obsessivo Compulsivo

O transtorno obsessivo compulsivo, também chamado de TOC, é uma patologia na qual o indivíduo apresenta obsessão e compulsão em determinadas situações.

A doença leva o portador a ter comportamentos considerados ridículos ou absurdos até mesmo para ele, mas ainda assim não consegue evitá-los.

Em geral são rituais, ações repetitivas e persistentes. A pessoa acaba sendo dominada por pensamentos desagradáveis, incapacitantes e até violentos caso não as realize.

A orientação psicológica é fundamental para diagnosticar adequadamente e oferecer alternativas ao paciente.

5. Transtorno bipolar

O transtorno bipolar é uma doença psicológica que pode ser caracterizada pela alternância de episódios de depressão com outros de euforia e exaltação (também chamados de mania).

Entre eles, é comum que haja um período variável de normalidade. Não deve se confundir com os “altos e baixos” de pessoas comuns: as crises do paciente bipolar são mais extremas e duradouras.

O tratamento envolve o uso de antidepressivos e estabilizadores de humor com um controle muito rígido dos seus efeitos, combinado com a orientação psicológica.

Como podemos ver, o acompanhamento profissional é essencial para o tratamento das doenças psicológicas. Mesmo que você não tenha nenhuma doença psicológica, um aconselhamento psicológico pode ser útil para você e reduzir suas dúvidas, estresses ou ansiedades e alcançar o  equilíbrio.

Conheça o Portal Psicologia Viva – Orientação psicológica online com psicólogos de todo Brasil –www.psicologiaviva.com.br

Gostou do conteúdo desse artigo ou tem alguma dúvida? Deixe um comentário!

Botão direcionando os leitores para o download de um ebook

Psicologia Viva

Psicologia Viva

Selecionamos o psicólogo adequado para a sua necessidade e possibilitamos você ter uma consulta online por videoconferência de qualquer lugar do mundo.
Psicologia Viva

25 thoughts on “5 doenças psicológicas que mais afetam pessoas ao redor do mundo

    1. Olá Adrieny, o tratamento vai depender do nível de desenvolvimento da doença, em alguns casos apenas o acompanhamento psicológico é suficiente, em outros é necessário também o uso de medicamentos. Porém é sempre importante conversar com um profissional para um diagnóstico mais preciso.

  1. Tenho um parente com problemas psicológicos
    Ele só vive no quarto escuro
    Só sair para se alimentar quando não tem ninguém em casa
    Não sai pra canto nenhum
    Ele tem Raiva da família porque ele diz que todo mundo fala mau dele joga as pessoas começaram trabalho ele diz que fica zombando dele ninguém aqui em pode conversar que ele pensa que está faltando mau dele o que citei aí encima.. já tentou suicídio diz que ouvi voz mandando se matar
    Que doença vc acha que ele tem
    Agente já tentou falar com ele pra ele se cuida mas ele não quer de jeito nenhum ninguém consegue falar com ele porque ele não deixa a pessoa falar .. situação complicada.

  2. Preciso de uma orientação…tenho 37 anos e sou filha única, minha mãe tem 67 anos e vive comigo. Mas, já não sei como lidar com as reclamações dela, são 16 horas de frequência na tomada, reclama de tudo e de todos, nada que outra pessoa faça, presta! Ela tem saúde apesar de tomar remédio diário p uma insuficiência pulmonar. Esse jeito dela está fazendo com que as pessoas se afaste dela. Ninguém aguenta, é muito ingratidão com a vida. Sou filha, e quero ajudar, mas não sei como. Não consigo mais nem levar ela no médico pq ela não quer ir.

    Meu e-mail: Lucia.finance2@gmail.com

    1. Olá Lúcia, pelo seu relato o ideal seria conversar com um de nossos psicólogos da base, pois são profissionais amplamente capacitados para te ajudar da melhor forma possível, para isso acesse o link: https://www.psicologiaviva.com.br. Qualquer ajuda necessária pode entrar em contato conosco pelo Chat do Suporte na página inicial do Psicologia Viva que iremos lhe auxiliar no que for preciso. Nós esperamos que tudo ocorra bem!

  3. Tenho ansiedade generalizada com agorafobia e síndrome do pânico há 3anos fui à psiquiatra ela me deu antidepressivos e ansiolíticos mas eu continuo na mesma não vejo melhoras será que eu preciso também de uma psicóloga alguém me pode ajudar

  4. Tive depressão muito forte estava no fundo do poço mais minha irmã mim levou p fazer tratamento á 6 anos atrás ate hoje tomo ante depressivos …..fui ao médico á 2 anos mais tomo remédios até hoje …a médico falou q eu era muito depedente do meu ex …meu ex mim tratava igual uma criança até mim agrediu varas vezes .n sei como explicar eu amava mais q minha propia vida sofri muito com a falta dele n entendo pq eu vivo 24 horas voltando ao passado …tudo muito estranho era p mim ter ódio dele pq mim agrediu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *