Falar é preciso, prevenir e procurar ajuda é preciso!

O tema que as pessoas preferem silenciar

Estamos vivenciando momentos difíceis de desemprego, de muita agressividade, crimes, violências, ansiedade digital, falta de amor, de sensibilidade, de generosidade. 

As pessoas passam por nós e sorriem para maquiar seus caos cotidiano, seu sofrimento psíquico, o terror da dor da alma. logo, permanecem quietas, caladas sem se manifestarem por medo da reação das pessoas, com receio de que possam enfrentar várias possibilidades de entendimentos desses atos cometidos por homens e mulheres..

  Apesar de ser um tema polêmico e que as pessoas preferem silenciar diante do que se diz, matar a si mesmo, em palavras mais objetivas: suicidar-se

Essa palavra assusta a muitos que preferem mudar de assunto ou não falar para não trazer incômodo ou motivar tal ato, porém é uma realidade que está bem diante de nós a cada dia .

Índices da Organização Mundial de Saúde

Segundo a estatística  dada pela Organização Mundial de Saúde as tentativas de suicídio aumentaram em 60% entre homens e mulheres, sendo os homens a proporção maior. 

Tornou-se uma  extrema preocupação entre familiares e profissionais da saúde mental, questão séria de saúde pública e que é um problema mundial. 

Não é “frescura”, “falta de Deus”, “preguiça” ou “necessidade de chamar a atenção

Precisamos prestar atenção no que as pessoas dizem e fazem com cautela e ajudar a compreenderem que não estão sozinhos e que há solução sim para os conflitos e questões da vida, por exemplo: 

  • Problemas de doenças, 
  • Desemprego, 
  • Perdas e luto
  • Doenças, 
  • Dificuldade de lidar com as pessoas , 
  • Problemas amorosos, 
  • Dívidas, 
  • Esquizofrenia, 
  • Uso de drogas e substâncias tóxicas,
  • Etc. 

NÃO É FRESCURA, NÃO É FALTA DEUS, NÃO É PREGUIÇA E MUITO MENOS NÃO É PARA CHAMAR A ATENÇÃO. 

Quando a pessoa tem idéias de morte e de querer desaparecer, ela está querendo dizer que quer se livrar da dor que está sentindo e do que está passando, ela na verdade não quer morrer, ela quer que a dor morra e que ela possa viver e não continuar sofrendo assim.

Observe os possíveis sinais

Procure observar as pessoas, filhos e amigos quando estão muito quietos, muito isolados, não têm vontade para fazer as coisas ou ficar muito só no celular, muitos  preferem ficar em casa ao invés de estar no convívio social.

Chegue perto da pessoa que fala ou tenta fazer algo para se machucar ou matar, ajude, pare para ouvi-la e estar presente nesse momento de forma positiva. Essas pessoas precisam de sua compreensão e não de seu julgamento. 

Não diga coisas que vão deixar a pessoa mais deprimida ainda. Diga que você está ali para ouvi-la, para acolhê-la e abraçá-la, para que ela se sinta amada, que as pessoas se importam sim com ela.  

Ajudá-la para que ela comece a compreender que pode passar por essas situações como muitos, e que com apoio dos  seus amigos e familiares esse momento vai ser superado e vencido. 

Precisamos mudar a forma de interpretar as coisas que vemos e julgamos. Depressão e Suicídio é uma questão muito séria para expressarmos com preconceito e opiniões alheias à verdadeira situação e conflitos vivenciados por esses que tentam ou se matam. Vamos ajudar a prevenir e não fingir que nada além de nós está acontecendo. Pense e reflita!

Não deixe essas pessoas sozinhas, ou peça alguém para ficar próxima  a ela. Tente estar mais próxima dela nessa fase e permita-se dizer que essa pessoa vale muito para Deus e é especial para os seus. Mostre soluções sábias e não expresse rejeição em suas falas e comportamento.

 Procure dar apoio  para essa pessoa para que ela com o tempo entenda a importância da valorização da vida. Ajude essa pessoa nessa fase difícil, vá com ela à uma consulta com médico especializado, nesses casos há necessidade da medicação para ajudar no processo do tratamento e também a psicoterapia com o psicólogo para ajudar a ter um novo olhar sobre si mesmo, as coisas, a vida, as pessoas e o mundo. 

Fazer terapia é fundamental nesses casos; e ajudar alguém ver seu mundo com mais cor apesar das intempéries da vida é missão de todos nós. 

Ajude e não julgue. AJUDE A SALVAR A VIDA DE ALGUÉM!!!!!!!!!

 

Referências bibliográficas

https://www.cevs.rs.gov.br/upload/arquivos/201706/14115228-prevencao-do-suicidio-no-nivel-local.pdf  Acesso em 12/09/2019.

REJANE AMARAL DE SOUSA

Ser psicóloga não apenas ter um diploma em mãos, mas saber ter uma escuta precisa, uma alma e uma mente pronta a ouvir o outro, analisar, interpretar e interviradequadamente em se tratando de suas queixas, angústias, conflitos, ajudandoo paciente ater uma melhor compreensão de si, das pessoas e da vida .Trabalho com a psicoterapia psicanalítica e também atendo casos na terapia cognitiva. Faço atendimentos com jovens, adultos e idosos em consultório por 7 anos consecutivos e atendimentos online.Trabalho com ética, dedicação, cautela, sigilo e compromisso com o paciente.
Experiências em transtornos de ansiedade, estresse, fobia social, depressão , transtornos alimentares , transtorno de estresse pós traumaticos, transtorno bipolar e outros. Atualizações em cursos , seminários e congressospara resultados eficazes na clínica.
REJANE AMARAL DE SOUSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *