Por que é essencial não ignorar importância do autoconhecimento?

Ainda temos muito o que aprender sobre nós mesmos, nosso comportamento, nossas motivações e nossa consciência. Por isso, é essencial reconhecer a importância do autoconhecimento.

Uma criança, desde seu nascimento, desenvolve conhecimento acerca de si mesma, o que pode ou não fazer e quais as consequências de suas ações. Esse processo serve como norteador para o seu próprio comportamento. Em um adulto, o mesmo acontece, porém, de forma mais profunda, pois as emoções, as motivações e o comportamento social são trabalhados de forma mais específica.

Gostaria de saber a importância do autoconhecimento e como aplicá-lo poderá mudar a sua vida profissional e pessoal? Continue lendo este artigo e confira!

A importância do autoconhecimento

Há dois campos que são beneficiados quando interligados ao autoconhecimento: o profissional e o pessoal. É comum ouvirmos profissionais que reclamam constantemente dos planos de carreira que fizeram ao longo de suas vidas. Isso acontece porque poucas pessoas reconhecem suas habilidades positivas ou as aptidões que precisam ser aperfeiçoadas em busca de um desempenho melhor.

O foco no autoconhecimento é você mesmo, suas tomadas de decisões, suas competências e suas fraquezas, mirando na oportunidade de buscar o que é melhor para si e alinhar a carreira ao seu planejamento de vida.

Orientação profissional

orientação profissional é um processo que oferece suporte ao indivíduo na busca pelo autoconhecimento. Mesmo com um plano de carreira em andamento, essa orientação poderá ajudar a corrigir algumas demandas que o próprio especialista percebe que precisam de alterações.

Donal E. Super, psicólogo americano, nos conta que a escolha de uma profissão não se resume a uma única fase da vida, mas é um processo de continuidade e de construção do ser humano; ou seja, não está acabado, é algo que sempre precisamos rever.

Prática do autoconhecimento

Conciliar trabalho e vida pessoal não é uma tarefa fácil. O tempo é pouco para tantas demandas. Mas, na maioria das vezes, não percebemos que as exigências partem de nós para nós mesmos, ou seja, com o apoio certo, pode-se definir o que é prioridade e o que é secundário.

Gostaria de saber como iniciar a prática do autoconhecimento? Então veja abaixo as dicas que separamos para você!

Faça listas sobre si mesmo

Esse é o momento em que você estará voltado para si mesmo. Reflita:

  • o que o deixa feliz?
  • o que mais você admira em si mesmo?
  • tem algo em sua vida que você gostaria de aperfeiçoar?
  • quais as suas metas para os próximos dias, semanas e meses?
  • qual é a sua maneira de ver a vida: positiva ou negativa?
  • quais são as suas expectativas e desmotivações?
  • como é sua relação com as outras pessoas? Sente-se incomodado com comentários alheios a seu respeito?

Esse é um questionário prazeroso de se responder. Você descobrirá pontos importantes sobre si mesmo e, no final, saberá onde e como procurar a ajuda necessária para desenvolver-se cada vez mais, tanto nas suas relações pessoais quanto nas profissionais.

Procure orientação psicológica

A rotina atual não é a mesma que a de trinta anos atrás. Fazemos mais coisas em menos tempo e, aparentemente, temos menos momentos para nós mesmos. Sendo assim, sentimentos como ansiedade, estresse e desânimo podem aparecer de forma inesperada.

Uma orientação psicológica é uma boa maneira de aprender a lidar com o novo formato social de hoje, fazendo com que tomemos consciência do que é bom para nós e do que não é. A prevenção é uma das melhores formas de se evitar problemas futuros.

Busque suporte na leitura

A leitura é sempre um meio de informação. Há vários livros que, além de prazerosos, trazem conteúdos relevantes para a nossa vivência diária.

Um exemplo é a obra “Foco: o motor oculto da excelência” de Daniel Goleman. Nessa obra, o autor chama seus leitores para viverem o aqui e o agora e, como consequência, ampliarem o rendimento. A obra enfatiza também a importância do ócio e do descanso para a saúde mental — fatores que ajudam a desenvolver melhor o senso criativo do indivíduo.

E então? Descobriu por que é essencial não ignorar a importância do autoconhecimento? Ficou interessado e gostaria de saber mais sobre o assunto? Então, entre em contato conosco, estamos à disposição para ajudá-lo!

Como usar a tecnologia em favor da qualidade de vida

Psicologia Viva

Selecionamos o psicólogo adequado para a sua necessidade e possibilitamos você ter uma consulta online por videoconferência de qualquer lugar do mundo.
Psicologia Viva

One thought on “Por que é essencial não ignorar importância do autoconhecimento?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *