Maturidade Emocional: Como ser mais maduro emocionalmente?

Nesse artigo vamos abordar a questão da maturidade emocional, como uma pessoa pode aprender a ser mais assertiva no trabalho e nos relacionamentos interpessoais. Preparamos no final algumas dicas de como ser mais maduro(a) emocionalmente. Confira!

O que é imaturidade?

Tudo que traz uma desproporção a respeito do seu momento de vida em relação à habilidade de lidar com as emoções e como se controlar em determinadas situações da vida é o que chamamos de Imaturidade Emocional.

Um adulto imaturo quer dizer um adulto intolerante, irresponsável, instável emocionalmente, impulsivo em tomar atitudes, que age sem pensar e tem dificuldades em lidar com o NÃO.  Essa pessoa certamente terá dificuldade de ter empatia, de se colocar no lugar do outro e saber onde começa e onde termina o seu direito.

Vemos isso muito no trânsito, pessoas que são estressadas, xingam e maltratam as outras. Elas acham que o mundo tem que ser de acordo com seus desejos e fantasias. Pessoas imaturas pensam que elas são donas da razão e que o mundo gira em volta delas.

O Imaturo  é aquela pessoa que você começa a falar de algum assunto ela já acha que é para ela e com ela. O assunto fica centralizado por causa da sua dificuldade de se enxergar além, dificuldade empática de se colocar no lugar do outro, isto é, de compreender que além dela existe o outro.

Essas pessoas acabam se transformando em inconsequentes, com um dificuldade muito grande na mudança. São rígidas consigo mesmas e com os outros, porque temem uma mudança.

Portanto, para lidarmos com a mudança temos que ter ousadia e coragem, entender que somos seres adaptáveis a todo tipo de mudança e que muitas são para o nosso bem. Precisamos entender que a gente dá conta de mudar sim, basta querer.

Dicas para ser mais maduro emocionalmente

Pensando nisso, preparamos algumas dicas para ser uma pessoa mais madura emocionalmente:

  • Trabalhar a escuta, preste atenção no que as pessoas te dizem;
  • Saber esperar sua vez para falar;
  • Ter abertura para ouvir opiniões de outras pessoas também. Não significa que você tem que aceitar tudo que é dito, mas compreender a visão do outro lhe ajudará a crescer e ter mais empatia;
  • Entender que nos momentos de baixa tolerância e baixa autoestima você pode aprender com o outro e crescer em  várias situações de sua vida;
  • Trabalhar a flexibilidade, não ser tão rígido em sua forma de pensar se fechando totalmente para outras opiniões;
  • Deixe a mente criar coisas novas, a criatividade nos dá bons resultados e nos ajuda a nos sentir melhor, saindo da rotina e ver o outro lado das coisas;
  • Se permita ser mais paciente, moderado e aberto a se inovar. Cada dia colocando em prática o que você está lendo, vai lhe ajudar a ser uma pessoa mais madura e ter bons relacionamentos.

Exercite sua habilidade de gratidão

É muito importante agradecer pelas coisas boas que acontecem na nossa vida. Além de ser um gesto nobre, esse exercício irá lhe ajudar a ser mais feliz.

Confira 7 motivos para praticar a gratidão:

Fonte: O poder da gratidão – Evolução Pessoal

Conclusão

Esperamos que essas dicas venham a lhe proporcionar uma mudança em sua forma de pensar, sentir e agir diante das pessoas e situações da vida.

Seja mais flexível, mais paciente, empático com o outro, faça movimentos de mudanças positivas e como lidar melhor  com as pessoas, o mundo e as coisas . Assim, você vai perceber o quanto ser maduro emocionalmente vai fazer bem para você e para quem estiver perto de você.

Seja mais positivo, paciente, flexível  e generoso com os outros . Você verá a mudança lhe trazer bem estar e resultados positivos para sua saúde mental e física.

REJANE AMARAL DE SOUSA

Ser psicóloga não apenas ter um diploma em mãos, mas saber ter uma escuta precisa, uma alma e uma mente pronta a ouvir o outro, analisar, interpretar e interviradequadamente em se tratando de suas queixas, angústias, conflitos, ajudandoo paciente ater uma melhor compreensão de si, das pessoas e da vida .Trabalho com a psicoterapia psicanalítica e também atendo casos na terapia cognitiva. Faço atendimentos com jovens, adultos e idosos em consultório por 7 anos consecutivos e atendimentos online.Trabalho com ética, dedicação, cautela, sigilo e compromisso com o paciente.
Experiências em transtornos de ansiedade, estresse, fobia social, depressão , transtornos alimentares , transtorno de estresse pós traumaticos, transtorno bipolar e outros. Atualizações em cursos , seminários e congressospara resultados eficazes na clínica.
REJANE AMARAL DE SOUSA

6 thoughts on “Maturidade Emocional: Como ser mais maduro emocionalmente?

    1. Oi Maria de Lourdes,
      Fico feliz de compartilhar meu conhecimento para ajudar as pessoas a obter estratégias e maneiras de trabalhar a Maturidade emocional de forma mais saudável. Abraço Rejane

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *