Como medir a eNPS e entender o índice de satisfação dos seus funcionários

Seus funcionários indicam a sua empresa? Entenda como medir a eNPS

O capital humano é, sem dúvidas, um dos maiores ativos que uma organização possui. Construir uma boa relação com os seus colaboradores, propiciando um ambiente de satisfação e engajamento, portanto, é vital para que a organização alcance resultados positivos.

Segundo pesquisa do Temkin Group, funcionários engajados são mais propensos a recomendar os serviços e produtos da empresa. Além disso, eles se dispõem a dar o máximo de si para o trabalho, dedicando os seus esforços para oferecer o melhor ao cliente.

Mas como saber se os seus colaboradores estão satisfeitos a ponto de indicar a sua empresa? Uma ferramenta simples e eficiente para fazer essa mensuração é o eNPS.

Quer saber como o método funciona? Continue a sua leitura.

O que é o eNPS?

Baseado no NPS, originalmente criado para mensurar a satisfação dos clientes, o eNPS — sigla de Employer Net Promoter Score — tem o objetivo de medir a satisfação e a lealdade dos seus colaboradores.

O eNPS funciona como um verdadeiro termômetro de engajamento, partindo de um questionamento direcionado ao funcionário com uma pergunta central: em uma escala de 0 a 10, qual é a probabilidade de você recomendar a empresa a algum amigo ou colega?

Como funciona o eNPS?

A partir das respostas obtidas com a pergunta acima, os colaboradores podem ser divididos nas seguintes categorias:

  • Detratores: são aqueles com grau de satisfação de 0 a 6. São pessoas desmotivadas, que tiveram experiências ruins em relação ao trabalho e que, geralmente, falam mal da empresa;
  • Neutros: aqueles que responderam entre 7 e 8. Esses colaboradores não estão infelizes na empresa, mas não são engajados e satisfeitos a ponto de indicá-la para os seus amigos;
  • Promotores: funcionários que responderam entre 9 e 10 são os promotores da sua empresa. Eles estão feliz e satisfeitos com o seu trabalho, e contam isso para todos.

Como medir e interpretar o resultado?

Depois de dividir os funcionários em categorias, pode-se calcular o eNPS da empresa. A métrica, que vai de –100 a 100, é obtida por meio do seguinte cálculo:

Total de colaboradores promotores – total de colaboradores detratores = eNPS.

O número de empregados neutros é considerado irrelevante para a pesquisa. Os resultados do eNPS dividem as organizações entre os seguintes perfis:

  • Crítico: entre –100 e –1;
  • Aperfeiçoamento: entre 0 e 49;
  • Qualidade: entre 50 e 74;
  • Excelência: entre 75 e 100.

Dentre as vantagens da utilização do eNPS estão o seu baixo custo e a agilidade de aplicação da pesquisa. Essa rapidez na mensuração do engajamento dos colaboradores permite que a empresa defina planos de ação para melhorar os pontos críticos encontrados.

Os funcionários engajados se sentem mais estimulados para alcançar não apenas os seus objetivos pessoais, mas também os objetivos coletivos. Eles se comprometem com os resultados da empresa, se sentem parte integrante dessa e, assim, a indicam para a sua rede de contatos.

Esse sentimento de conexão com a empresa também faz com que os vínculos se tornem mais efetivos, reduzindo os índices de rotatividade e refletindo em maior produtividade, lucratividade e entrega de melhores serviços para o cliente.

E aí, entendeu a importância de medir o engajamento de seus colaboradores? Quer ter acesso a mais conteúdos como este? Então, siga as nossas páginas no FacebookInstagram e Twitter, e continue acompanhando as nossas dicas.

Qualidade de vida dos colaboradores

Psicologia Viva

Psicologia Viva

Selecionamos o psicólogo adequado para a sua necessidade e possibilitamos você ter uma consulta online por videoconferência de qualquer lugar do mundo.
Psicologia Viva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *