5 sinais de que é preciso pedir demissão e cuidar da saúde

É verdade que todos os empregos têm suas dificuldades, que nem sempre temos oportunidade de trabalhar com o que sonhamos e que, mesmo no melhor dos empregos, podemos ter momentos de desânimo e inconvenientes.

Porém, em algumas situações, é preciso avaliar a necessidade de pedir demissão. Isso porque, apesar das dificuldades de qualquer trabalho, existem situações que são muito esgotantes e que podem afetar a saúde e a qualidade de vida. Quer saber quando é necessário avaliar essa situação? Confira a seguir!

Quais são os sinais de que é hora de pedir demissão e cuidar da saúde?

Existem alguns sinais que indicam que seu trabalho está prejudicando a sua saúde e bem-estar. Veja abaixo os principais indicativos de que isso está ocorrendo:

1. Estar sempre estressado

O estresse é um dos maiores indicadores de que algo na sua vida não vai bem. Ele pode ser gerado por diversos fatores em conjunto, como fazer algo que não lhe agrada, excesso de atividades, estar sob pressão e outros.

Ele é capaz de trazer diversos efeitos negativos para a sua vida, tais como:

  • desempenho reduzido;
  • ansiedade aumentada;
  • envelhecimento acelerado;
  • menor desempenho sexual;
  • ganho de peso;
  • enfraquecimento do cabelo.

2. Viver reclamando do trabalho

O que você faz não te agrada mais? Sempre tem um motivo para reclamar do local de trabalho? Se isso acontece com você, talvez seja porque a sua atual função não te satisfaz e nem te alegra mais.

As reclamações constantes podem nos deixar com um péssimo humor e influenciar outras atividades básicas do dia a dia, te deixando desanimado e dificultando até mesmo as atividades que costumavam ser simples e prazerosas.

3. Sentir cansaço o tempo todo

É normal, vez ou outra, sentir aquela preguiça de ter que levantar cedo para ir trabalhar — todos nós sentimos isso em algum momento. O que não é um bom sinal, é quando você dorme e acorda cansado com muita frequência.

Sentir-se esgotado demais para ir ao trabalho e não ter energia nem mesmo para fazer coisas das quais costumava gostar é um sinal de que está na hora de pedir demissão. Isso pode significar que seu emprego está consumindo toda a sua energia, te deixando exausto física e mentalmente.

4. Possuir ódio pelos colegas ou chefe

Se você não se dá bem com seu chefe nem com seus colegas de trabalho, é bem provável que o seu ambiente de trabalho seja tóxico.

Portanto, é bom começar a se questionar se realmente vale a pena estar cercado por pessoas com quem você não consegue conviver harmoniosamente, pois essa situação é extremamente prejudicial ao seu bem-estar.

5. Apresentar sinais físicos

Estar diariamente em contato com situações negativas contribui para uma vida cansativa e de má qualidade. Isso traz inúmeros malefícios à sua saúde, causando problemas que acabam por atrapalhar também a vida pessoal.

A constante baixa imunidade é um excelente exemplo de que você está estressado e precisa pedir demissão, e pode ser percebida quando há diversos episódios de resfriados em um curto espaço de tempo. Outros sinais que o seu corpo pode apresentar são:

  • falta de apetite;
  • frequentes dores de cabeça;
  • más noites de sono;
  • estresse;
  • depressão.

Como devo proceder?

Caso tenha se identificado com dois ou mais sinais, é preciso considerar a possibilidade de procurar outro emprego para que possa cuidar de sua saúde.

Uma boa iniciativa seria buscar a orientação de um psicólogo a fim de  trabalhar esses aspectos negativos para mudar sua vida para melhor.

Permitir-se mudar de vida para cuidar da saúde, em alguns casos, pode ser o único caminho indicado. Afinal, se o seu trabalho apenas te prejudica, talvez não valha a pena continuar e o melhor seja pedir demissão.

Gostou deste artigo? Aproveite agora para conferir também 7 formas de controlar a ansiedade por conta própria.

Psicologia Viva

Selecionamos o psicólogo adequado para a sua necessidade e possibilitamos você ter uma consulta online por videoconferência de qualquer lugar do mundo.
Psicologia Viva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *