saude emocional dos filhos

Como promover a saúde emocional dos seus filhos

As crianças são o nosso futuro e promover a saúde emocional infantil é função de todos.

O lar familiar é, na maioria dos casos, o lugar onde acontece as primeiras interações sociais das uma criança. As fases infantis são períodos de desenvolvimentos físicos, emocionais e cognitivos.

Em cada uma das fases tudo é novo e a criança passa por um processo de adaptação até se sentir segura para ir para a próxima fase.

Crianças que não possuem vínculos seguros nos primeiros anos têm um risco maior de desenvolverem significativos problemas mentais, transtornos de conduta e dificuldades de aprendizagem.

Pais, além de priorizar a saúde física, devem estar atentos para a saúde mental dos seus pequenos também. Aqui vai algumas dicas de como promover a saúde emocional do seus filhos:

Pais cuidem da sua saúde mental

Para proporcionar um ambiente saudável e seguro para as crianças é preciso que os pais estejam em dia com sua saúde mental.

É natural que no ambiente familiar aconteçam algumas situações problemáticas e a forma como os adultos reagem a essas situações faz toda a diferença no clima familiar.

Lembrem-se, a família é um espelho para a criança, se você tem dificuldades em lidar com problemas ou com o estresse diário, acalme-se e reflita antes de qualquer atitude que traga alguma experiência ruim para os seus filhos.

É importante pontuar que ninguém nasce pai ou mãe, esses papeis são construídos de acordo com seu contexto e história de vida. Se você tem dificuldades em exercê-los procure orientação psicológica!

Valide os sentimentos do seu filho

Faz parte da educação familiar ensinar as crianças a expressarem suas emoções de forma auto regulada. É normal que a criança se frustre quando seus desejos não são atendidos, e mais normal ainda é que ela se sinta triste e chore com isso, acolher a criança nesse momento é muito importante para o seu desenvolvimento emocional.

Não a peça para engolir o choro e nem desmereça o que a levou a chorar. Permita que a criança se expresse e ofereça sua presença para caso ela queira falar sobre isso.

Não minta ou esconda seus sentimentos, pais são seres humanos e faz parte da vida passar por momentos de tristeza, raiva, estresse e impaciência.

Seja sincero e aprenda a expressar esses sentimentos de forma que as crianças compreendam que esses sentimentos existem e que eles passam também. Assim como em momentos felizes, os celebre-os e compartilhe com os pequenos.

Chame sua criança interna para brincar com seu filho

Crianças gostam de brincar, criar, inventar, descobrir! Resgate memórias da sua infância e divida esses momentos com seus filhos.

Pais, criem o hábito de sempre dedicar tempo para fazer o que as crianças gostam e os estimulem a ser criança, a infância é um direito delas!

Lucyla Keisa de Carvalho Silva

Lucyla Keisa de Carvalho Silva

Psicóloga clínica/ Mestranda UNB.Minha atuação é fundamentada na abordagem humanista, essa abordagem enxerga o homem em sua totalidade e se baseia no fato de que há múltiplos fatores envolvidos na saúde mental e todos eles estão interligados. Vejo o processo psicoterapêutico como um caminho para a consciência daquilo que nos impede de estar em equilíbrio com nossa saude mental. Aoentrar em contato conosco, podemos fazer escolhas mais saudáveis e mudar hábitos que provocam desequilíbrios em várias áreas da vida. Fazer psicoterapia é investir em você!
Lucyla Keisa de Carvalho Silva

Últimos posts por Lucyla Keisa de Carvalho Silva (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *