Síndrome de burnout: o que é, sintomas e como tratar

Homem deitado em cima da mesa de trabalho cansado com síndrome de burnout
Muita gente já deve ter ouvido sobre a síndrome de burnout e até sentido na pele seus efeitos. Sabe aquele cansaço excessivo e estresse prolongado no trabalho? Eles podem ser muito mais do que isso. Podem ser os sintomas dessa síndrome do esgotamento profissional, que, segundo pesquisas realizadas pela Isma-BR (International Stress Management Association no Brasil), atinge 30% dos profissionais brasileiros.

O termo burnout vem do inglês to burn out, queimar por completo. Ou seja, um desgaste que prejudica os aspectos físicos e emocionais da pessoa. Ele foi criado pelo psicanalista americano Herbert Freudenberger, em 1974, para descrever o problema que ele mesmo enfrentava junto com seus colegas.

Profissões mais afetadas

A síndrome de burnout pode afetar qualquer profissão. Grandes candidatos a desenvolver o problema são os famosos workaholics, aquelas pessoas que vivem para o trabalho e possuem níveis de exigência muito altos com ideias perfeccionistas. Profissões que apresentam um impacto direto na vida de outras pessoas podem ser mais afetadas. Veja se a sua área está na lista:

  • Profissionais da saúde em geral, principalmente, médicos e enfermeiros;
  • Jornalistas;
  • Advogados;
  • Professores;
  • Psicólogos;
  • Policiais;
  • Bombeiros;
  • Carcereiros;
  • Oficiais de Justiça;
  • Assistentes sociais;
  • Atendentes de telemarketing;
  • Bancários;
  • Executivos.

Sintomas da síndrome de burnout

Geralmente, as pessoas que possuem a síndrome sentem fadiga e cansaço constante. Apresentam também distúrbios do sono, dores musculares e de cabeça, irritabilidade,alterações de humor, falhas de memória, dificuldade de concentração,falta de apetite, agressividade, isolamento, depressão, pessimismo e baixa autoestima.

Tratamento

O tratamento da síndrome de burnout envolve antidepressivos e psicoterapia. A recomendação dos especialistas é de que a pessoa repense suas rotinas para melhorar a qualidade de vida com a prática de atividade física regular, exercícios de relaxamento, alimentação saudável, manutenção de hobbies e contato maior com amigos e familiares.

Para controlar a síndrome de burnout

O Dr. Travis Bradberry, co-autor do livro Inteligência Emocional 2.0, tem algumas dicas interessantes para você conseguir superar a síndrome de burnout.

Desconecte-se

Tente não ficar conectado ao trabalho o tempo todo. Estar disponível e ligado 24 horas por dia nos sete dias da semana pode trazer muitos problemas para você.

Preste atenção nos sinais do seu corpo

Muitas vezes, as dores são grandes sinais que o seu corpo está emitindo. Ele está sempre falando alguma coisa, por isso, ouça!

Programe o relaxamento

Planeje-se até mesmo para as horas de descanso. Isso vai contribuir para que esse tempo realmente aconteça e você espere por ele.

Fique longe dos remédios para dormir

O efeito desse tipo de substância pode interferir e alterar os processos do seu cérebro. Por isso, evite o uso desses remédios.

Organize-se

Quando você consegue se organizar, fica mais fácil de lidar com as coisas.

Faça intervalos regulares durante o trabalho

Se você esperar para fazer o intervalo quando já estiver cansado, pode ser tarde demais. Faça pausas de 15 minutos a cada hora focada no trabalho.

Apoie-se no seu sistema de suporte

Momentos com a família e os amigos podem ser ótimos aliados nessa batalha. Eles ajudam você a viver melhor e a se divertir.

Você já sofreu com a síndrome de burnout? O que ajudou você a superá-la? Compartilhe com a gente nos comentários. E aproveite para conhecer também quais são as 5 doenças psicológicas que mais afetam pessoas no mundo

"Síndrome de burnout: o que é, sintomas e como tratar", 5 out of 5 based on 1 ratings.
0
Revista Quero Bolsa

Revista Quero Bolsa

O Quero Bolsa é um site de busca de faculdades que ajuda estudantes a comparar cursos e conseguir bolsas de estudo até o fim do curso.
Revista Quero Bolsa

Últimos posts por Revista Quero Bolsa (exibir todos)

Revista Quero Bolsa

O Quero Bolsa é um site de busca de faculdades que ajuda estudantes a comparar cursos e conseguir bolsas de estudo até o fim do curso.

6 thoughts on “Síndrome de burnout: o que é, sintomas e como tratar

  1. Ótimo texto. É um tema muito relevante, acredito que cada vez mais, devido a aceleração que vivenciamos . Gostei muito das dicas.

    Curta minha página no facebook: Jucycleia Souza psicóloga

  2. Tenho 23 anos e fui militar, vivia cansado e estressado. Até hoje tenho dicilculdades de concentração e memorização, também sou agressivo, pessimista depressivo e isolado.

Deixe uma resposta