tecnologia durante as férias

Algumas dicas de como utilizar de forma mais equilibrada as tecnologias digitais durante as férias de verão

As férias de verão no Brasil estão chegando, e esta pode ser uma excelente oportunidade para que pais e filhos possam se divertir e se conectar cada vez mais uns com os outros, além de relaxar e ficar mais em contato com a natureza.

Contudo, para algumas famílias, o momento das férias pode ser um desafio e tanto, principalmente quando os filhos fazem uso problemático de games e passam a evitar ao máximo ir para regiões remotas, por não conseguirem fazer pausas no uso das tecnologias digitais.

Para evitar que isso ocorra, torna-se importante que os pais estabeleçam regras e limites claros no uso de tablet, laptop e smartphone durante as férias. E essas regras só são eficazes quando são válidas para todos.

O que é o FoMO?

Durante as férias, quando as famílias decidem ir para um local sem acesso à internet, é o momento em que elas percebem que seus filhos estão sofrendo de FoMO, expressão que vem do acrônimo “fear of missing out” (medo de estar perdendo algo).

A pessoa que sofre de FoMO possui a necessidade de estar sempre checando as suas redes sociais, a cada 5 ou 10 minutos. Ela não consegue ficar offline em decorrência do medo de perder algo importante nas redes sociais.

Para esta pessoa, ficar em contato com a natureza ou ter que ler um livro com mais de 100 páginas pode ser um verdadeiro tormento, por não ter acesso à rede wifi.

Apesar das dificuldades, esses dias de folga podem ser um bom momento para que os filhos façam uma pausa forçada no uso da tecnologia e interajam mais com a família.

Como Abandonar o Uso Compulsivo das Tecnologias Digitais

Vale ressaltar que a cura para o uso compulsivo das tecnologias digitais se dá pela habilidade de o internauta conseguir fazer pausas, estando mais em contato com a natureza e interagindo com as pessoas por meio de conversas olho no olho. As férias podem ser úteis para que os jovens voltem a fazer um uso equilibrado das tecnologias digitais e restabeleçam hábitos mais saudáveis.

Sugestões Para o Uso Moderado das Tecnologias Digitais

Pais e filhos não precisam ficar totalmente offline nas férias, mas é importante que se estabeleça regras claras sobre a forma de usar as tecnologias digitais neste período do ano.

Uma sugestão é usar o tablet ou laptop para assistir a filmes durante o voo, no modo avião, e usar o smartphone durante o dia apenas para tirar fotos, sem mandar mensagens de texto.

A comunicação nas redes sociais pode ficar para o final do dia, durante no máximo uma hora antes do jantar. Este tempo pode ser usado, por exemplo, para compartilhar as fotos da viagem com parentes e amigos.

Outra sugestão é proibir o uso de qualquer tipo de tecnologia durante as refeições para não atrapalhar as conversas em família e poder saborear mais a comida. É bom também evitar usar a internet durante a noite para evitar insônia, já que a luminosidade da tela do computador pode atrapalhar o sono.

É importante ressaltar que estas regras servem para todos os familiares e são apenas sugestões. Portanto, use o bom senso e crie as regras que mais se adaptem à sua realidade para que se faça um uso moderado da internet e a família possa aproveitar ao máximo as férias para se divertir, relaxar e cuidar da saúde.

 

Bibliografia

8 Tips form a (nearly) tech-free vacation. Disponível em: https://www.commonsensemedia.org . Acesso em: 21 de nov. de 2018

 

Autora:

Ana Maria Moraes de Albuquerque Lima é psicóloga formada pela UnB e pedagoga formada pela Universidade Católica de Brasília. Mestre em Educação pela Pontifícia Católica de São Paulo.

Autora dos livros Cyberbullying e outros riscos online: despertando a atenção de pais e professores publicado pela editora Wak e do e-book Família Conectada: promovendo o uso seguro da internet disponível no site https://familiaconectadahoje.wordpress.com/.  

Realiza orientação psicológica online no portal Psicologia Viva  na prevenção do cyberbullying e outros riscos online.

Ana Maria de Albuquerque

Olá, seja bem-vindo! Meu nome é Ana Maria Albuquerque e sou formada em Psicologia desde 1997 e em Pedagogia (2018). No meu trabalho de orientação psicológica procuro auxiliar jovens e seus respectivos pais na construção de regras familiares que promovam o uso mais saudável e seguro da internet. Neste trabalho procuro trabalhar questões tais como: como educar seu filho para o uso seguro e saudável da tecnologia? Quando dar o primeiro smartphone para seu filho? O que fazer se seu filho está sendo vítima de bullying ou recebe e manda vídeos íntimos? E o que fazer se seu filho fica muito tempo conectado à internet?Seu filho sabe usar mais a internet do que você? Você sabe como educar o seu filho para o uso saudável das tecnologias digitais? Sou autora de cartilhas e do e-book Família Conectada: prevenindo riscos e promovendo o uso seguro da internet, publicado em 2016, disponível no meu site em: https://familiaconectadahoje.wordpress.com/
Pode contar com a minha ajuda profissional e se não achar um horário adequado, entre em contato. A sessão dura uma hora e custa 100 reais.
Ana Maria de Albuquerque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *