Transtorno bipolar e mau humor: como diferenciar?

Transtorno bipolar ou mau humor a imagem de uma mulher sorrindo e outra deprimida.

Os transtornos do humor estão aparecendo com maior frequência a cada dia que passa. A vida moderna, repleta de tanta tecnologia que nos sobrecarrega ao invés de nos ajudar, tem tornado tudo mais estressante. Com isso, vem o mau humor constante, com pensamentos negativos e a irritação nos acompanhando durante o dia. Porém, essas situações são diferentes de uma doença mais séria: o transtorno bipolar.

Mas qual é a diferença entre eles? Por que são fáceis de serem confundidos? Vamos mostrar agora os conceitos de cada um e os principais sintomas.

O que é o mau humor?

Todo mundo já acordou com o pé esquerdo, não é mesmo? Nesses dias, nada está bom o suficiente e ficamos sempre no limite de explodir a qualquer comentário ou crítica que não nos agrade. Ter esse sentimento de vez em quando caracteriza o que definimos como mau humor. Ele pode acontecer ocasionalmente e está diretamente ligado a nossa capacidade de resiliência aos estímulos estressantes do dia a dia.

Sintomas

O mau humor costuma acontecer de forma pontual, ou seja, não é muito frequente e, normalmente, é desencadeado por algum acontecimento ruim no seu dia. Ele pode ser o sintoma de alguma doença psiquiátrica e afetar consideravelmente a sua vida e saúde quando surge com certa regularidade. Veja alguns sinais e sintomas de quem não está num dia bom:

Apesar de muita gente achar que as principais causas do mau humor são simplesmente os acontecimentos do dia (o ônibus atrasado, o café quente no vestido ou a enxaqueca inesperada), é bom saber que eles só representam 10%. A genética tem 50% de culpa no cartório e a forma como nós nos comportamos diante de um problema representa 40% das causas. Ou seja, manter o otimismo e não se deixar abater é muito mais impactante em seu bem-estar do que a situação em si. O mau humor crônico é chamado de distimia.

O que é o transtorno bipolar?

Como o próprio nome diz, o transtorno bipolar caracteriza-se por apresentar uma oscilação de humor que varia entre dois polos. Ou a pessoa está extremamente agitada ou extremamente apática

Os sintomas vão além da alternar alegria e tristeza de forma normal, como acontece com todos nós. É uma doença psiquiátrica onde há uma disfunção biológica, com taxas de neurotransmissores que oscilam entre altas e baixas, que podem nem mesmo precisar de um fator externo para desencadear um dos pólos do transtorno.

Sintomas

Se você conhece alguém com essa doença, vai perceber que ela passa por fases, períodos em que a pessoa se encontra eufórica como se estivesse extremamente feliz ou muito irritada e, em outros, está completamente depressiva e taciturna, desmotivada talvez até para sair de casa.

Por exemplo, uma das faces da mania é muito fácil de ser confundida com o mau humor. A pessoa fica com o “pavio curto”, torna-se extremamente grosseira por qualquer motivo e pode externar esse sentimento verbalizando ou por meio de agressões físicas. Também há uma dificuldade para dormir por conta do elevado nível de agitação.

Na fase de depressão é totalmente o oposto. A tristeza que o indivíduo sente é tão profunda que ele não tem vontade de comer e pode passar dias e dias em casa sem ao menos tomar banho. É uma forma de depressão extrema.

Quando procurar ajuda profissional?

Qualquer transtorno do humor que esteja causando algum prejuízo na sua vida é caso de procurar um profissional. No transtorno bipolar, é essencial que seja realizado o tratamento psiquiátrico com o uso de medicações e também que haja o acompanhamento com o psicólogo.

Uma orientação psicológica  é importante para todos, principalmente nos casos de inadequações que prejudicam a qualidade de vida das pessoas, ainda que não tenham sido diagnosticados com doença alguma. Como foi dito acima, o mau humor pode ser reduzido consideravelmente pelo modo como encaramos a vida, e a psicoterapia pode ajudar a potencializar a força psíquica, trazendo mais qualidade de vida e saúde..

 Compartilhe sua experiência conosco!

"Transtorno bipolar e mau humor: como diferenciar?", 5 out of 5 based on 2 ratings.
1.2
Psicologia Viva

Psicologia Viva

Selecionamos o psicólogo adequado para a sua necessidade e possibilitamos você ter uma consulta online por videoconferência de qualquer lugar do mundo.
Psicologia Viva

Psicologia Viva

Selecionamos o psicólogo adequado para a sua necessidade e possibilitamos você ter uma consulta online por videoconferência de qualquer lugar do mundo.

4 thoughts on “Transtorno bipolar e mau humor: como diferenciar?

Deixe uma resposta