tristeza profunda

Tristeza Profunda: Como ter uma vida mais feliz e saudável?

O que é a Tristeza Profunda?

A Tristeza pode ser considerada um sentimento momentâneo e saudável, por mais estranho que pareça. Este sentimento faz parte da vida, é comum a todos os seres humanos. Pode ser definida como a ausência de satisfação pessoal, quando nos deparamos com nossa própria fragilidade. O surgimento da Tristeza está associado a situações de perdas, sofrimentos, decepções, angústias.

Ao passar por estes momentos de Tristeza, que pode durar um certo período, há uma tendência para que este sentimento seja atenuado, e isso nos leva a elaborar o acontecido de maneira mais fortalecida emocionalmente, para que a vida retorne ao seu curso normal.

Mas se esta Tristeza não passa e se acentua, conjuntamente com uma sensação de angústia, precisamos estar atentos pois pode se tratar da Tristeza Profunda. Esse sentimento faz com que não consigamos nos dar conta de que temos que superá-lo, não conseguindo elaborar, gerando sentimento de vazio, que não acaba.

Pode estar relacionada com a perda de ente querido, término de relacionamento, relações familiares, traumas, conflitos, frustrações na carreira e no trabalho. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), por volta de 120 milhões de pessoas sofrem de Tristeza Profunda no mundo.

Tristeza Profunda e Depressão são a mesma coisa?

Tristeza Profunda não é Depressão, como muitos acreditam. A tristeza é um dos sintomas da depressão. Se a Tristeza Profunda não for superada, ou seja, esse sentimento não passar, podendo até mesmo ser acentuado, gerando sentimentos negativos recorrentes, podemos estar diante de um sintoma da Depressão.

Quando não tratada, a Tristeza Profunda pode ocasionar o aparecimento da Depressão. É importante observar e dar uma atenção especial a esses eventos, assim como a sua durabilidade, pois se for diagnosticado a Depressão, a condução do tratamento é outra por ser uma doença psiquiátrica, crônica e recorrente, sendo necessário além da indicação do acompanhamento psicológico, a intervenção medicamentosa acompanhada por um psiquiatra.

Como ver a vida melhor?

Ao falar de sentimentos, principalmente sobre Tristeza, precisamos nos dar conta que são interpretações das nossas emoções. Devemos preparar nossa mente para interpretar esses sentimentos de uma outra maneira. A insatisfação faz com que nos aproximemos da Tristeza, assinalando uma recusa perante a vida, uma dificuldade em aceitar aquilo que não traz felicidade. É natural ficar triste, não há problema algum nisso.

Mas a forma com que se reage a essas frustrações é algo que deve ser trabalhado, com a ajuda de um especialista. Quando nos conhecemos, aprendemos a administrar melhor nossas emoções, bem como saber a importância que dispensamos a cada um dos nossos sentimentos.

Dicas para superar a Tristeza Profunda:

  • Procure ficar próximo de quem você se sente bem;
  • Estabeleça laços de confiança;
  • Aceite ajuda;
  • Conecte-se aos seus sentimentos;
  • Pratique o autocuidado, o equilíbrio, a meditação;
  • Pratique exercícios físicos regularmente e tenha uma alimentação saudável;
  • Faça atividades prazerosas;
  • Compreenda a si próprio e valorize-se;
  • Faça terapia, procure ajuda psicológica.

Lembre-se que a Tristeza é um sentimento natural, mas a condução desenvolvida é de responsabilidade nossa. Ficar triste é comum a todos em determinados momentos da vida, o que precisamos aprender é como superar da melhor maneira essa fase. Assim que conseguimos identificar o que desencadeia a Tristeza, tomamos consciência da responsabilidade sobre nossos pensamentos e como administramos os sentimentos.

A partir de então nos tornamos os donos da nossa própria história. A terapia é uma grande aliada, pois o autoconhecimento facilita a descoberta de habilidades positivas, a empatia e a gratidão.

O acompanhamento psicológico é muito importante para que esta fase tão dura seja superada de forma saudável, tornando-nos capazes de ressignificar os sentimentos da vida. Valorize o cuidar de si e da sua própria vida, de seus sentimentos e das suas possibilidades. Compreender a si próprio, sentir, superar e ser feliz.

Referências:

www.sbie.com.br/blog/como-superar-o-sentimento-de-tristeza-profunda

www.minhavida.com.br

www.opodersoser.com

www.fasdapsicanalise.com.br

 

Adriana Rangel T Castanheira

Sou Psicóloga Clínica, com orientação em Psicanálise e pós graduada em Psicologia Hospitalar. Atuo em Psicologia Clínica há mais de 16 anos, com atendimento e orientação a adolescentes, adultos, idosos efamília.
Estudo a Psicologia Positiva, o que contribui muito na prática clínica, visando melhorar e aprimorar a qualidade de vida, com estratégias, conhecimento e informação, que podem ajudar as pessoas a viverem de uma maneira mais harmoniosa. A terapia é importante, pois entramos em contato conosco, promovendo a saúde e o autoconhecimento, nos preparando para viver momentos com mais leveza e felicidade.
Em minha experiência profissional, acredito que o acolhimento e uma escuta qualificados podem gerar grandes mudanças com ganhos significativos ao cliente.
Adriana Rangel T Castanheira

2 thoughts on “Tristeza Profunda: Como ter uma vida mais feliz e saudável?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *